Me tornei uma entusiasta da ciência de dados durante a faculdade de Informática Biomédica quando aprendi a buscar informações em dados de sequenciamento genético de câncer e células-tronco usando R.

Ainda na faculdade, após um breve período estagiando como desenvolvedora back-end, usando Python e Django, e já participando da comunidade Python, voltei a analisar dados para um projeto de pesquisa no qual processei tweets usando a biblioteca de Processamento Linguagem Natural NLTK.

Ao me formar, tornei-me parte do projeto Operação Serenata de Amor como cientista de dados e, durante um ano, ajudei encontrar gastos irregulares analisando os dados abertos do governo brasileiro e dei várias palestras pelo mundo. Esse projeto é considerado referência mundial em uso de tecnologia para combate a corrupção.

Depois de passar um ano como desenvolvedora na Nuveo, voltei a me dedicar à ciência de dados ao me tornar parte do time do Grupo Globo, onde fiz estudos e análises dos dados produzidos dentro da TV Globo para gerar insights e informação em diversas áreas internas. Hoje sou parte da tribo de ciência de dados no aplicativo mais queridinho de entregas de comida ajudando milhares de Brasileiros e Brasileiras a escolherem o que comer.

Sou co-fundadora e co-host no Pizza de Dados, o primeiro podcast sobre ciência de dados no Brasil. Desde 2017 o Pizza vem debatendo tópicos de ciência de dados com especialistas nas mais diversas áreas do ramo, tudo isso em Português para ajudar a aumentar a alfabetização em dados no país.

Além disso, continuo contribuindo e mantendo projetos de código aberto no GitHub, faço parte do time de instrutores do Data Bootcamp e escrevo posts técnicos sobre os mais diversos assuntos de tecnologia no meu blog e na revista do Pizza.